E-mail:    Senha:     
 

   Languages 

 

Os impactos econômicos da inatividade da Samarco Mineração


Estudo da Tendências estima os impactos diretos e indiretos da inatividade da Samarco sobre variáveis econômicas relevantes.


Entre outros impactos, o estudo aponta que cerca de 20 mil empregos podem estar em risco no próximo ano, caso a Samarco não volte a operar nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo em 2017. 

Além disso, tendo decretado estado de calamidade pública no início de dezembro, o Estado de Minas Gerais deixará de arrecadar R$ 138 milhões em 2017 com a paralisação das atividades da Samarco. E o Espírito Santo deve sofrer uma perda de R$ 206 milhões na receita tributária do estado em 2017, caso a empresa não volte a operar.

 

 

Para entender as consequências econômicas e sociais para Espírito Santo e Minas Gerais, acesse aqui o relatório de resultados do estudo feito pela Tendências.

 

 

 

 

Rua Estados Unidos, 498 - Jardins - São Paulo/SP - CEP 01427-000 - Telefone +55 (11) 3052-3311